Sete dicas para combater a depressão sem custo nem remédios
2010-04-14 11:46:14

Manter um estado emocional positivo e combater a depressão são atitudes fundamentais na prevenção de doenças. Diversos estudos científicos já comprovaram que as boas emoções são um excelente reforço contra gripes, resfriados, alergias, obesidade, problemas de pele, hormonais, cardíacos e gástricos. Na opinião do doutor Luiz Gonzaga Leite, chefe do Departamento de Psicologia do Hospital Santa Paula, de São Paulo, “independentemente do tamanho e do tipo de problema de cada um, é preciso ter domínio sobre os próprios pensamentos e aprender a ‘enxergar a luz no fim do túnel’”. 

A depressão deve ser encarada como uma doença como outra qualquer, como o diabetes e as doenças do coração. Ou seja, pode ser prevenida e tem controle. Para quem não tem acesso a terapias de grupo e não tem recursos para consultar um bom psicólogo, Leite revela sete dicas para combater o estresse sem custo algum e sem remédios: 

1. Pare de se culpar. “Há um tipo de pessoa com altíssimo nível de autocrítica e que acredita ser culpada por todos os problemas, incluindo os das pessoas à sua volta. Essa dica serve para todos nós: é necessário começar a dividir o problema em partes e verificar exatamente qual é o seu papel para que a situação sofra mudanças favoráveis. Não se martirize pelo que está fora do seu alcance!”

2. Perca o medo de envelhecer. “Tem muita gente que se deprime ao imaginar-se em desvantagem na vida profissional e pessoal somente porque passou dos 30, 40, ou 50 anos. Encare a crise da meia-idade como mais uma possibilidade de crescimento pessoal, de dar uma ‘virada’ profissional e afetiva. Se seu parceiro está passando por isso, aceite a situação como algo natural do processo de amadurecimento e, talvez, conjugal. Exponha suas opiniões com serenidade e aproveite você também para definir a qualidade de vida que quer para si de agora em diante.”

3. Desabafe de vez em quando. “É sempre importante cultivar amigos e ter um bom relacionamento com familiares, principalmente quando se quer desabafar. Claro que você deve evitar reclamar de tudo e de todos para os que estão próximos. Nada disso! Mas ter com quem se abrir e estar pronto para ouvir o que nem sempre se quer ouvir é um passo importante para evitar o estresse.”

4. Pratique exercícios. “Não é preciso se transformar num maratonista. Se você caminhar vigorosamente três dias por semana, durante 30 minutos, não apenas se sentirá mais saudável, como também perceberá que o bom humor será mais constante na sua vida.”

5. Se atenha à rotina normal. “Pessoas em crise de depressão geralmente sentem-se desestimuladas para cumprir inclusive tarefas mais simples, como lavar a louça, levar os filhos ao colégio, fazer uma boa refeição ou até mesmo caprichar na higiene diária. Nesses momentos, insistir em cumprir tudo o que faz parte da rotina faz parte do processo de cura.”

6. Evite álcool e drogas. “Algumas pessoas com depressão acabam recorrendo ao álcool e às drogas com intenção de se livrar do problema. Esse é um dos piores erros que se pode cometer, já que, a longo prazo, essas substâncias afetarão a química cerebral e certamente colocarão em risco seus relacionamentos no trabalho, na vida a dois e em família.”

7. Coma e durma bem. “Alguns alimentos comprovadamente fazem bem à saúde e proporcionam bem-estar. Portanto, vale a pena incluir mais frutas e vegetais na alimentação, assim como peixes, grãos integrais e proteínas. Dormir bem é outra dica de combate à depressão. Mas, preste atenção: não se entregue ao sono o dia inteiro. Combata o desânimo tentando dormir entre seis e oito horas por noite e utilizando o dia para cumprir com boa disposição todas as tarefas”.

 

Fonte: Prof. Dr. Luiz Gonzaga Leite, chefe do Departamento de Psicologia do Hospital Santa Paula, de São Paulo (www.santapaula.com.br)

  Mooji: “não perca tempo, você não tem que ficar o resto da vida procurando”

  O Inconsciente é o divino

  Isha Upanishad: “Todo medo é, na realidade, uma rejeição à (sensação de) limitação”

  Panteísmo e panenteísmo: distinção necessária

  Deus e a Beleza

  “É absolutamente seguro morrer".

  As Manifestações Sociais e o Homem de Bem

  O que vi no plano astral nas passeatas de BH

  Protestos sinalizam nova fase da humanidade

  O Espírita e as questões sociais

  Maioridade penal? Pela ampliação da maioridade moral!

  25 momentos que restauraram nossa fé na humanidade esse ano.

  Menos é mais

  O Papa Francisco, chamado a restaurar a Igreja

  Como seria estar por trás dos olhos de um autista?

  Ágora – Hipátia morta pelo fanatismo

  As lições de Hipátia de Alexandria para os espíritas

  A Mente Mais Estável do Mundo - Dadi Janki

  Um "rei" menor, que mata animais indefesos

  O crucifixo nos tribunais

  Abate Humanitário - Desfazendo Ilusões

  Redefinindo o que é um Lider

  RAS TAFARI

  O amor incondicional contra a intolerância

  Colunista que associou pobres aos acidentes de trânsito é demitido do Grupo RBS

  Repartição pública não é lugar de crucifixo

  Homossexuais poderão realizar reprodução assistida em laboratório para ter filhos

  Trânsito - Faça sua parte

  O encanto e os riscos do Ano Novo

  Morros do Rio, resquícios de Canudos

  Filme "Nosso Lar" bate marca de um milhão de espectadores

  Stephen Hawking: "Há vida extraterrestre, mas devemos ignorá-la"

  Os 10 metros que envergonham

  Sete dicas para combater a depressão sem custo nem remédios

  Nelson Xavier viverá o médium Chico Xavier no cinema

  Homossexualidade e outros pecados...

  Crise de humanidade





 Publicado em: 2010-04-14 por admin, última modificação em: 2011-01-03 por admin