De Kardec, para Espíritas brasileiros
2007-04-11 12:36:20

Eis que vos trago o amplexo de permanente estima e sincero louvor!

Estima que mais se amplia no convívio abençoado dos serviços no Bem em nome do Senhor e Mestre. Louvor ante a grandiosa obra que empreendeis em nome da Caridade!
(...)
A palavra de ordem imperiosa e divina ainda e sempre é AMOR!

E a recomendação inolvidável para as defensivas do movimento regenerador das almas é INSTRUÇÃO!

Amor que reúne as forças e unifica corações em torno da obra grandiosa que é a evangelização do Homem.

Instrução que identifica interesses comuns nos mesmos ideais, frutificação do estudo nobilitante que sempre defenderá os sagrados patrimônios da VERDADE!

Eis que os legítimos, leais e prestimosos servidores da Seara estão a postos em seus misteres esquivando-se à estagnação das rivalidades improdutivas e fugindo das discórdias vexatórias, quão danosas, fulcro de sombras.

Os méritos dos operários fiéis ao Senhor estão arrolados no acervo das responsabilidades que os situam na incansável batalha pela regeneração da Humanidade.

Apressam-se os tempos...

Cumprir-se-ão todas as afirmativas proféticas!

O homem de bem herdará a Terra!

Nada de novo vos poderei acrescentar aqui ao que já vos tem sido amplamente enfatizado pelos arautos da grandiloqüente revelação. A Codificação Espírita ainda se vê essencialmente desconhecida de tantos corações que se rotulam de espiritistas, conquanto o movimento regenerador de almas permaneça lucidamente de pé em terras brasileiras.

Saúdo-vos, portanto, espiritistas irmãos (...) almejando-vos, junto ao Mestre e Senhor permanentes e infatigáveis esforços pela evolução individual e pelo avanço evolutivo do próprio orbe onde vos domiciliais na incomensurável Casa do Pai.

Aqui compareço tão somente na condição de um servidor a mais na causa do Bem.

Deixo-vos a cordialidade do meu apreço, saúdo-vos uma vez mais respeitoso e gratificado.”

Allan Kardec

(Página psicografada pelo médium Júlio Ceïzar Grandi Ribeiro, na noite de 2 de janeiro de 1984 na Federação Espírita Brasileira, em Brasília (DF) por ocasião da solenidade comemorativa do 1º Centenário da Casa Mater do Espiritismo no Brasil e transferência de sua Sede Central para Brasília).

  O Exemplo é o mais poderoso agente de propagação

  Período de Luta

  Perguntas e problemas - As expiações coletivas

  Preenchendo os vazios do espaço

  Com quem você está sintonizado?

  De Kardec, para Espíritas brasileiros

  Kardec e os Escritos Mediúnicos

  Aparições

    





 Publicado em: 2007-04-11 por admin, última modificação em: 2010-12-28 por admin